30 de mai de 2010

BOLO DE BANANA DE DOMINGO



Na empolgação do pé de moleque que fiz hoje cedo, resolvi fazer este bolo de bananas , adoro qualquer receita que tenha bananas, experimente, é muito bom com aquele cafezinho da tarde fresquinho... hummmm
Tinha em mente colocar ameixas pretas secas sem o caroço na massa, ia ficar muito bom.. ia mesmo pois esqueci as ameixas na mesa, olha só que cabeça de vento... Mas na proxima eu coloco, bjinhos

Ingredientes

-1 xicara açúcar
-2 ovos
-100 gr margarina
-1 xicara de leite
-2 xicaras de farinha de trigo
-1 colher de fermento em pó

- 8 bananas em rodelinhas fininhas ( eu usei banana prata, mas pode ser com banana d'agua, usei 8, se preferir reduza ou aumente a quantidade, as bananas tem que estar bem maduras, senão elas ficam duras no bolo)


Preparo

Bata na batedeira : os ovos + açucar + margarina ( fiquei com preguiça de bater passo a passo, então botei os três de uma vez e bati, ficou um pouco talhadinho por causa da margarina que não dissolveu direito, mas depois colocando o resto dos ingredientes ficou uma beleza... )
Bata agora intercalando a farinha com o leite e depois o fermento. Pronto !

Uma dica:  Somente unte a forma com margarina, NÃO COLOQUE A FARINHA DE TRIGO, pois assim o bolo cresce por igual sem garrar nas laterais e não fica com aquela barriga no centro. Coloque umas gotinhas de limão nas bananas para não escurecer

Coloque um pouco de massa, bananas cortadas em rodelinhas fininhas, polvilhe com açucar e canela e ponha o restante da massa e por cima o restante das bananas polvilhadas com açúcar e canela, Forno já quente. Assa rapidinho e fica um cheirinho hummmmm !!

PUDIM DE TAPIOCA E SEUS SEGREDOS ...


Esta foto não é minha, achei no gogle imagens, mas é a que estava mais aproximada do pudim que eu faço, em breeve colocarei uma foto minha

Finalmente vou passar a receita do famoso pudim de tapioca, não sei se alguém possui esta receita, mas o segredo está no modo de preparo, que possui uns segredinhos, ganhei esta receita de minha sogra, que depois de muita insistência conseguiu de uma senhora que ganha a vida vendendo este pudim em fatias em uma banca no centro da cidade. Gente.. é maravilhoso, já havia testado antes outras receitas e nada se compara a textura que se consegue nesta. Fica firme para desenformar porem super macio, o sabor não fica enjoativo, o visual é lindo para uma festa, conheço pessoas que fizeram até copm os mesmos ingredientes, mas o final não fica macio, acaba ficando duro. Sem palavras, sou fãmzona deste doce e todo mundo que já comeu também acaba ficando e querendo a receita hahaha.. Então ai está o tão solicitado Pudim de Tapioca...


Ingredientes

- 1 xícara de (cha) tapioca  (é somente 1 xicara, não coloque mais que isso)
-1  vidro pequeno de leite de coco +- 200 ml
-1 litro de leite comum
-4 colheres de açúcar

Leve ao fogo até que começe a engrossar e formar um mingau grosso.
Retire do fogo e deixe esfriar
Misture com:

-100 gr  margarina ou manteiga
- 4 ovos inteiros
-1 lata de leite condensado
-100 gr coco ralado

Misture com uma espátula batendo até que fique homogênio
Faça uma calda de açúcar com um pouco de cravo e canela em pau
Despeje esta calda com o cravo e canela em uma forma de pudim (deixe os cravinhos e a canela em pau no fundo da forma)
Asse em forno pre aquecido
Retire deixe esfriar e leve para gelar e desenforme

Façam e depois me diga o que acharam !! É 1000000 Sucesso garantido. Bjinhos

Você encontra a tapioca para comprar em feiras e a varejo como na foto ou em saquinhos em supermercados, dê preferencia para a tapioca fina, mas se não encontrar use a grossa mesmo.

BOMBOCADO DE TABULEIRO



Ingredientes


- 2 copos americano de leite
- 2 copos americano de açúcar refinado
- 1 copo americano de farinha de trigo
- 4 ovos
- 1 colher sopa de margarina
- 1 colher sopa de pó royal
- 200 gramas coco ralado

Preparo

Bater no liquidificador, tirar e misturar o coco.
Untar o tabuleiro com margarina.
Forno quente

29 de mai de 2010

PÉ DE MOLEQUE DE LEITE CONDENSADO


Esta foto é do blog Comer Bem do Mauro Rabelo, descobri hoje e adorei, tem receitas ótimas, de uma passadinha lá também.

OI, pessoal, está chegando a épocas das festas juninas e particularmente é uma época que gosto muito. Quando vou aquelas festinhas de rua, já vou com segundas intenções nas barraquinhas de doces, parece que estou naquelas cidadezinhas de interior, que traz aqueles cheirinhos de comidas  de "roça", AAAAMMMMOOOO...Adoroooooo.. Já que não posso ir até lá, fico com as festinhas daqui mesmo.. e tento fazer as gostosuras em casa para distribuir para os amigos que ficam pedindo sem parar... hssss
Para inaugurar este tema tão festeiro, começo pelo famoso pé de moleque, esta receita é facinha e fica uma delícia !! Depois me digam se gostaram. Dá para fazer para vender, aproveite a época !! Bjs.

Pintura Festa de São João em Ouro Preto - MG


Estes, foram eu que fiz, ficou divino!!!

Ingredientes

-½ kg de amendoim cru e com casca
-2 xícaras de açúcar
-1 lata de leite condensado
-1 colher (sopa) de chocolate (opcional)

Preparo:

Coloque numa panela o amendoim e o açúcar.
Use a chama do fogão no baixo.
Vá mexendo para não queimar o açúcar.
Quando o açúcar derreter por completo e se tornar um caramelo jogue o leite condensado e mexa por 3 minutos no fogo alto.
Retire do fogo e mexa mais 3 minutos.
Unte um refratário com manteiga, jogue a massa e acerte para ficar plano.
Deixe esfriar um pouco e marque os pedaços com uma faca.
Quando esfriar é só destacar um do outro com auxílio de uma faca.

MASSA DE PIZZA COM BATATA

-100 g de batata cozida e amassada

-250 g de farinha de trigo
-1 ovo
-2 colheres de manteiga
-Sal a gosto
-Pitada de açúcar
-50 ml de leite morno
-20 g de fermento biológico (para pão)


Preparo

.Colocar o leite para dissolver o fermento, depois os outros ingredientes
.Amassar bem,deixar dobrar de volume
.Por em uma forma de pizza, untada com manteiga e farinha, deixando descansar por 10 minutos
.Recheio a gosto.

Fica super leve e fofa

28 de mai de 2010

QUICHE DE QUEIJO E 4 QUEIJOS


Massa:


-2 xícaras (chá) de farinha de trigo
-4 colheres (sopa) de manteiga
-1 xícara (café) de leite
-Sal a gosto

Recheio:

-1 xícara (chá) de creme de leite
-1 xícara (chá) de cream cheese
-1 xícara (chá) de queijo tipo mussarela ralado grosso
-1 xícara (chá) de queijo tipo parmesão ralado
-1 xícara (chá) de requeijão
-3 ovos
-1 pitada de noz moscada


Misture em uma tigela a farinha de trigo, a manteiga, o leite e o sal até que fique homogêneo. Deixe descansar por 10 minutos. Forre o fundo e a lateral de uma fôrma de aro removível e faça furos na massa com o auxílio de um garfo. Reserve. Em outra tigela, misture o creme de leite, o cream cheese, o queijo tipo mussarela, o queijo tipo parmesão, o requeijão, os ovos, a noz moscada e despeje sobre a massa. Leve para assar no forno preaquecido (200 ºC) por cerca de 20 minutos.

 OUTRA  OPÇÃO  DE  RECHEIO
 
 
Recheio queijo minas


- 300 ml de leite
- 1 gema e 1 ovo inteiro
- 1 colher (sopa cheia) de farinha de trigo
- 1 pitada de sal
- 1 xícara e meia (chá) de queijo minas
- 1 caixa de creme de leite

 Preparo

Num liquidificador coloque o leite, a gema, o ovo inteiro, a farinha de trigo, a pitada de sal, o queijo minas e a caixa de creme de leite. Bata bem e reserve.

Se desejar faça em tamanhos individuais e salpique salsinha por cima

DOCE DE FIGO EM CALDA


Ingredientes


. 1/2 kg de figo
. 1 xícara (chá) de açúcar
. 1/4 de xícara (chá) de água
. 3 fatias de limão sem casca

Preparo

Lave bem os figos em água corrente e reserve. Em uma panela misture o açúcar com a água e leve ao fogo baixo. Ferva por 5 minutos. Acrescente os figos inteiros e as 3 rodelas de limão. Cozinhe por aproximadamente 20 minutos ou até que os figos fiquem transparentes. Deixe esfriar e conserve os figos em vidros fechados na geladeira.
Faça uma trouxinha de pano com cravo e canela em pau, amarre bem o pano e deixe ferver durante 5 minutos  junto com o figo, depois retire e continue a cozinhar nos minutos restantes.

Dica: Você pode aproveitar a safra e congelar essa compota por 6 meses. Descongele-a na geladeira para utilizar.

Conteúdo do site ANAMARIA

SONHOS... AQUELES DA PADARIA !! Hummmm..



Massa

-500g de farinha de trigo

-50g de fermento biológico fresco
-100g de açúcar
-100g de manteiga ou margarina
-1 colher (café) de sal
-3 ovos
-1 copo de água
-1 pitada de baunilha

Recheio

-1/2 litro de leite
-250g de açúcar
-75g de farinha de trigo
-4 gemas
-1 pitada de baunilha



Preparo:

Massa:

Em uma vasilha (ou batedeira) misture 50g de farinha de trigo, fermento e um pouco de água. Deixe descansar por 10 minutos. Depois, adicione o restante dos ingredientes e faça uma massa bem macia. Coloque dentro de uma vasilha untada com óleo e cubra com filme plástico. Deixe crescer por 20 minutos. Após o crescimento faça os modelos desejados. Se for fritá-los, peneire farinha de trigo. Caso deseje assá-los, pincele com ovos mexidos. Espere novamente o crescimento dos modelos até dobrarem de volume. Leve ao forno pré-aquecido a 190ºC ou frite-os no óleo com fogo médio. Espere esfriar e recheie.

 Recheio:

Em uma panela coloque a metade do açúcar e o leite para ferver. Em uma vasilha coloque as gemas e a outra metade do açúcar e bata com um fouet até as gemas branquearem. Depois, adicione a farinha de trigo e reserve. Assim que o leite ferver adicione um pouco deste na mistura e, em seguida, leve para cozinhar mexendo sempre para que não empelote. Assim que o creme engrossar apague o fogo, adicione a manteiga e mexa até fica homogêneo. Coloque o creme em uma vasilha e cubra com filme plástico rente ao creme. Espere esfriar e recheie os sonhos.

Se preferir recheie com doce de leite .

DICA DE PREPARO
*Frito ou assado. Não importa a maneira como a massa do sonho vai ser finalizada, o doce ainda é um dos prediletos de muita gente. Quem preferir preparar a guloseima em casa deve seguir algumas dicas simples, que garantem o bom andamento da receita.


*Um dos cuidados primordiais na hora de fazer os sonhos é com a massa. Perder o ponto ou deixá-la muito ressecada podem dar aquela sensação de doce da semana passada, "massudo" até demais. "Depois que terminar a mistura do fermento, da massa e do recheio deve-se cobri-los com um plástico fino ou peneirar farinha"
*Ao misturar todos os ingredientes da massa, não se deve ainda colocar toda farinha de uma vez. Vá acrescentando aos poucos enquanto a batedeira se encarrega de misturá-la. "É fundamental ainda que não se coloque toda a água logo no início. Se a massa atingir o ponto, não vai ser preciso nem acrescentar água, se não ela fica muito mole", explica Felipe.

*E não se afobe, se a receita pede para que se espere a massa crescer, não adianta adiantar os ponteiros do relógio para acabar logo. "Se a massa não cresce o suficiente, o sonho pode ficar com gosto de fermento e com uma aparência de velha", conta o padeiro.

*Se você optou em fritar o sonho tome cuidado para que o óleo não fique nem muito frio, nem muito quente. "O óleo não pode ficar borbulhante, ele tem que apenas estar fervendo", comenta Felipe. Segundo o padeiro, o ponto errado do óleo pode encharcar o sonho ou ainda deixar seu interior cru.

*Ao acrescentar o recheio, tome o cuidado de colocar o creme de confeiteiro (ou outro recheio de sua preferência, como goiabada ou nutella) apenas nas bordas do sonho, assim você não corre o risco do recheio vazar enquanto come.

ALFAJOR DE CHOCOLATE


Esta receita eu encontrei no cozinhafacil.blogspot.com. A receita e a foto são do cozinha facil.

Massa:

- 250 g de manteiga
- 1 xícara (chá) de açúcar (160 g)
- 3 gemas
- 2 ½ xícaras (chá) de amido de milho (250 g)
- 1 ½ xícaras (chá) de farinha de trigo (180 g)
- ½ xícara (chá) de Cacau em pó (36 g)
- 1 colher (chá) de bicarbonato de sódio
- 1 colher (chá) de fermento em pó
- 1 colher (café) de aroma de baunilha
- 1 colher (sopa) de conhaque
- raspas de 1 limão


Recheio:

 400 g de doce de leite pastoso
- 1 colher (sopa) de conhaque

Cobertura:
750 g de cobertura de chocolate branco picada ;

Esta foto é do blog Eu amo alfajor, a dona do Blog que é a Aline, é uma especialista no assunto e faz e vende , distribuindo por todos os cantos esta maravilha, uma trabalho artesanal lindissimo que ela faz.

Preparo

 1. Prepare a massa: bata a manteiga e o açúcar e, sem parar de bater, acrescente as gemas uma a uma, até obter um creme esbranquiçado e leve. Acrescente então o amido de milho, a farinha, o cacau, o bicarbonato, o fermento, o aroma de baunilha, o conhaque e as raspas de limão. Misture até formar uma massa homogênea, cubra com filme plástico e leve à geladeira por cerca de 10 minutos.

2. Polvilhe uma superfície limpa e seca com farinha de trigo e abra a massa com a ajuda de um rolo até ficar com uma espessura de 3 mm, como massa de biscoito. Corte a massa em quadradinhos de 2,5 cm ou corte com um cortador redondo. Acomode-os em uma assadeira untada e enfarinhada. Preaqueça o forno a 180ºC e asse por cerca de 15 minutos ou até começar a dourar. Retire do forno e com a ajuda de uma espátula, coloque os alfajores sobre uma grelha para esfriar.

3. Para o recheio, reduza o doce de leite: coloque-o em uma panela e leve em fogo médio mexendo sempre, para não grudar, por 5 minutos ou até que o doce esteja bem firme. Junte o conhaque e mexa bem. Espalhe o recheio sobre a massa fria e, em seguida, feche-a, formando uma espécie de "sanduíche".

4. Cobertura: derreta o chocolate em banho-maria ou no microondas, na potência média por cerca de 4 minutos, mexendo na metade do tempo. Transfira para um outro refratário limpo e seco, coloque este sobre uma travessa com água fria. Mexa continuamente, resfriando-o por igual. Você saberá o ponto certo para banhar quando colocar uma porção de chocolate sob os lábios e sentir que ele está "frio". Com o auxílio de um garfo, mergulhe cada alfajor no chocolate temperado, escorra os excessos e leve à geladeira por 5 a 10 minutos, o suficiente para secar. Sirva em seguida ou guarde envoltos em celofane ou filme plástico. Conserve os alfajores em lugar fresco e arejado.

ALFAJOR ARGENTINO , DELÍCIA !!


-500 g de maisena
-150 g de farinha de trigo
-220 g de açúcar
-300 g de manteiga
-2 ovos
-4 gemas
-1 colher de chá de fermento em pó
-2 colheres de chá de essência de baunilha

Recheio:

-Doce de leite a gosto


Cobertura:

Açúcar de confeiteiro (opcional), coco ralado
.Peneire a farinha com a maisena e o fermento

.Reserve
.Misture o açúcar com a manteiga, os ovos, as gemas e a essência de baunilha
.Junte as duas misturas
.Com a ajuda de um rolo, abra a massa sobre uma mesa enfarinhada
.Corte círculos de 4 cm de diâmetro
.Asse em fôrma untada e enfarinhada, com o forno em temperatura baixa
.A massa está no ponto quando levantada com a ponta da faca e ela se soltar inteira
.Deixe esfriar e recheie com o doce de leite

.Dica: Ao invés de usar como cobertura o açúcar de confeiteiro, pode-se usar coco ralado ou uma cobertura de chocolate

27 de mai de 2010

NHOQUE DE CASTANHA


Ingredientes
-400 g de castanhas, cozidas e descascadas
-½ xícara de ricota, fresca
-1 ovo
-½ xícara de farinha de trigo
-1 pitada de canela em pó
-sal, a gosto
-Queijo pecorino ou parmesão ralado, a gosto
-Nozes picadas, a gosto
-Folhinhas de sálvia, opcional


Lave as castanhas e com uma faca afiada, faça um corte em cruz na base de cada uma. Coloque-as numa panela grande e cubra com água. Leve ao fogo alto. Deixe cozinhar por 2 ½ horas.
Caso o corte em cruz ainda não esteja abrindo, deixe cozinhar um pouco mais. Retire-as e descasque-as. 
A película marrom que fica entre a casca e a castanha também deve ser retirada.
Coloque-as num processador (ou aos poucos no liquidificador) para fazer uma farofa. Junte a ricota e misture bem. Junte o ovo, canela, sal e farinha de trigo. Trabalhe e separe em 3 partes. Faça rolinhos com cada parte e corte em pedaços pequenos, como se fossem travesseirinhos (cada um deverá ter 2,5 cm em média). Disponha sobre assadeiras enfarinhadas para não grudar.
Coloque bastante água numa panela grande e leve ao fogo para ferver
Adicione sal e cozinhe os nhoques aos poucos até subirem. Escorra e transfira para a frigideira com o molho de manteiga.
Refogue rapidamente e sirva imediatamente, polvilhados com queijo pecorino e nozes picadas. Se quiser, adicione as folhinhas de sálvia que fica ótimo!


Para o molho:

-½ cebola pequena, picada
-200 g de manteiga, com sal
-¼ de xícara (chá) de creme de leite, fresco
-¼ de xícara (chá) de leite
-1 colher (café) de noz-moscada
-1 colher (sopa) de farinha de trigo, opcional
-Folhinhas de sálvia fresca, opcional

Pique bem a cebola. Coloque a manteiga numa frigideira grande e leve ao fogo para derreter. Refogue a cebola, tempere com noz-moscada e sal. Diminua o fogo para não queimar a manteiga e junte o leite e o creme. Cozinhe por cerca de 5 minutos. Se necessário, engrosse com a farinha. Mantenha na frigideira para misturar ao nhoque.







25 de mai de 2010

MANJAR DE COCO COM AMEIXA


Ingredientes

. 1 copo (americano) de leite de coco

. 1 envelope de gelatina em pó sem sabor
. 1 lata de leite condensado
. 1 lata de creme de leite
. 1 pacote de coco ralado seco (100 g)
. 1 xícara (chá) de leite
. 1 lata de ameixas em calda

Preparo

Hidrate e derreta a gelatina conforme instruções do fabricante. Reserve. Ponha no liquidificador o leite de coco, o leite condensado, o creme de leite sem soro, o coco ralado e o leite. Bata até formar uma mistura homogênea. Despeje em uma tigela e acrescente a gelatina. Misture bem e transfira para uma forma untada. Cubra e leve à geladeira por no mínimo 4 horas. Passe uma faca aquecida em toda a volta da forma e desenforme cuidadosamente. Sirva decorado com ameixas em calda.
Dica: Coco em fita também pode dar um toque especial na decoração dessa sobremesa.

PAVÊ DE MORANGO COM BEIJINHO


Ingredientes


.1 pacote de biscoito champanhe
.1 vidro de leite de coco

Geléia:

.400g de morangos lavados
.secos e picados
.5 colheres (sopa) de açúcar

Beijinho:

.1 lata de leite condensado
.100g de coco ralado
.1 colher (sopa) de margarina
.1 lata de creme de leite
Preparo
Geléia: em uma panela, coloque os morangos, o açúcar e misture bem. Leve ao fogo brando, sem mexer, e deixe cozinhar até dar ponto de geléia. Reserve.

Beijinho : em uma panela, misture o leite condensado, o coco ralado e a margarina. Leve ao fogo brando, mexendo sem parara até engrossar. Desligue o fogo e misture o creme de leite. Em um refratário ou em taças individuais, alterne camadas de biscoitos umedecidos no leite de coco, camadas de geléia e de beijinho. Leve para gelar e na hora de servir, decore com morangos frescos.

Dica:   os morangos só devem ser lavados alguns minutos antes do consumo ou utilização em receitas.

Conteúdo do site ANAMARIA

24 de mai de 2010

CUCA DE BANANA, AAAMOOO !!



Ingredientes
-2 ovos
-1 xícara de açúcar
-3 colheres de sopa (bem cheia) manteiga
-1 xícara de farinha de trigo
-1 colher de sopa de fermento em pó
-1/2 colher de chá de extrato de baunilha
-bananas bem maduras, cortadas em tiras
-canela em pó a gosto
-açúcar para polvilhar

Preparo
Untar uma forma com manteiga e salpicar de açúcar. Formar uma camada de frutas na base e salpicar açúcar e canela. Prepare a massa com uma batedeira. Bata primeiro os ovos e açúcar. Adicione a manteiga e bata mais um pouco. Adicione a farinha, o fermento e por fim a baunilha.

Distribua a massa sobre a camada de frutas espalhando bem para cobrir as frutas com uma camada fina de massa. Fatie mais algumas bananas e cubra a massa com um nova camada de frutas fatiadas. Sobre a segunda camada de frutas salpique canela e açúcar. Asse por 25 minutos.

obs: a massa não rende muito, parece que não vai dar para fazer o bolo, vá colocando um pouco de massa e banana, não se preocupe, pois depois de assado fica ótimo, já fiz fica maravilhoso.
Eu tinha postado alguns dias antes, mas fiz a receita e coloquei algumas alterações. Ficou 1000000

CUCA  II

Ingredientes

Cobertura

• ¼ xícara de açúcar mascavo
• 1 colher [sopa] de canela em pó
• ¼ xícara  de farinha de trigo
• 2 colheres [sopa] de manteiga derretida
• ¼ xícara  de nozes trituradas grosseiramente
• 3 a 4 bananas médias, maduras
• 2 colheres [sopa] de suco de limão
• 1/3 xícara de uvas passas
• ½ xícara  de manteiga em temperatura ambiente
• ¾ xícara  de açúcar
• 3 ovos -claras e gemas separadas
• 1¼ xícara  de farinha de trigo
• 1 colher [sopa] de fermento em pó
• ¼ colher [chá] de sal
• Casca ralada de 1 limão


Cobertura crocante

1- Numa tigela pequena, misture o açúcar mascavo, a canela e a farinha. Adicione a manteiga derretida e mexa, primeiro com um garfo, depois com as pontas dos dedos até a mistura se esfarelar e formar um farofa granulosa [streusel]. Acrescente as nozes trituradas, misture mais um pouco e reserve.

2- Descasque e corte as bananas em rodelas finas. Coloque-as em uma tigela grande. Adicione o suco de limão, misture cuidadosamente. Reserve.

Massa

1- Numa tigela, peneire a farinha, o fermento em pó e o sal. Reserve.

2- Numa tigela grande da batedeira, junte a manteiga e o açúcar. Bata em velocidade média até formar um creme macio e claro. Adicione as gemas, uma a uma, batendo bem depois de cada adição. Junte a casca de limão ralada e bata por 1 minuto. Reduza a velocidade. Aos poucos, coloque os ingrendientes secos reservados e bata somente até a massa ficar homogênea.

3- Bata as claras em neve até formar picos firmes e depois acrescente-as na massa, em duas adições, misturando delicadamente com uma espátula.

Montagem

Despeje a massa na forma. Alise a superficie com uma espátula. Arrume as rodelas de bananas por cima e distribua as uvas passas.

Coloque a cobertura granulada, espalhando até ficar uniforme. Leve o bolo para assar por 35 a 40 minutos ou até que enfi ando um palito, ele saia limpo. Retire do forno e deixe esfriar por 20 minutos. Desenforme, corte em quadrados ou fatias e sirva.

Dica: As nozes são fontes de proteínas, minerais e excelentes para manter a memória afi ada.

Sugestão:

1-Se desejar, substitua a banana por maçã, abacaxi ou outra fruta preferida.
2- Use uvas passas douradas [Sultanas] em vez de pretas


BOLO CHOCOCHIPS


Massa:

. 3 ovos
. 1 xícara (chá) de açúcar
. 1/4 de xícara (chá) de óleo
. 1/2 xícara (chá) de água, 2 xícaras (chá) de farinha de trigo
. 1 colher (sobremesa) de fermento em pó
. 1 xícara (chá) de gotas de chocolate

Cobertura:

. 400g de chocolate picado
. 1 lata de creme de leite sem soro
. Chocolate granulado a gosto para polvilhar


Modo de Preparo

Massa:
Na batedeira, bata as claras em neve, acrescente as gemas uma a uma e o açúcar.
Bata por 5 minutos. Em uma panela, coloque o óleo e a água.
Leve ao fogo e quando iniciar fervura junte na massa e bata até ficar homogêneo.
Desligue a batedeira, misture a farinha e o fermento.
Incorpore as gotas de chocolate e coloque em uma forma de 24cm de diâmetro untada e enfarinhada.
Asse no forno preaquecido a 200º por aproximadamente 30 minutos.
Deixe amornar e desenforme.

Cobertura:
Derreta o chocolate em banho maria, misture o creme de leite e leve a geladeira até endurecer.
Bata na batedeira até formar um creme mais claro. Cubra o bolo.
Por cima polvilhe chocolate granulado.

Dicas: Substitua as gotas por chocolate picado.

ROCAMBOLE DE CHOCOLATE


Ingredientes

. 4 ovos

. 120g de açúcar
. 120g de farinha de trigo
. Açúcar de confeiteiro.

Recheio:

. 500g de chocolate ao leite picado
. 1/2 lata de creme de leite sem soro


Modo de preparo

Separe a clara da gema. Bata as claras em neve e reserve.
Bata as gemas com o açúcar até forma um creme claro e espumante.
Junte a farinha e incorpore um terço das claras em neve misturando bem.
Junte o restante das claras e misture delicadamente com movimentos de baixo para cima.
Coloque em uma forma de 20 cm X 30 cm, forrada com papel manteiga.
Asse no forno preaquecido a 180º por 15 minutos.
Desenforme ainda quente sobre um pano de prato polvilhado com açúcar de confeiteiro.
Enrole como um rocambole e deixe alguns minutos antes de desenrolar.


Recheio:

Derreta o chocolate em banho-maria e misture o creme de leite.
Coloque na geladeira e quando começar a endurecer, bata na batedeira até ficar cremoso.
Abra o rocambole, recheie com a metade do creme e enrole novamente.
Cubra com o restante do creme.

Dica: Junte ao chocolate derretido três colheres de Nutella. Fica uma delícia.

Fonte :ANAMARIA

TORTA DE MORANGO (BASIQUINHA)


Massa

2 xícaras (chá) de farinha de trigo
1 colher (sopa) de açúcar
1 pitada de sal
1 ovo
100 g de manteiga

Recheio

1 lata de leite condensado
1 xícara (chá) de leite
2 gemas peneiradas
meia colher (chá) de essência de baunilha
2 medidas (da lata) de morangos (400g)
meio envelope de gelatina em pó sem sabor (6g)


Cobertura:  Geléia de morango e morangos cortados
Modo de Preparo

Peneire a farinha com o açúcar e o sal. Junte o ovo e a manteiga, que deve estar à temperatura ambiente. Misture e trabalhe com a ponta dos dedos até obter uma massa homogênea. Abra-a e forre o fundo e os laterais de uma fôrma de aro removível (22cm de diâmetro).

Leve ao forno médio alto (200°C) pré-aquecido, até ficar ligeiramente dourada. Deixe esfriar. Enquanto a massa assa, misture em uma panela, o leite condensado, o leite, as gemas, a essência de baunilha e leve ao fogo baixo, mexendo sempre, até obter um creme liso e consistente (cerca de 15 minutos).

Passe por uma peneira e deixe esfriar. Coloque no liqüidificador, o recheio de baunilha, os morangos, reservando alguns para decoração. Junte três colheres (sopa) de água fria à gelatina e leve ao fogo em banho-maria até dissolver. Junte-a ao creme de morangos e misture bem.

Despeje essa mistura sobre a torta e deixe esfriar. Coloque os morangos picados e ponha a geléia por cima. Leve para gelar.
Congelamento:  Não indicamos o congelamento desta receita, pois pode haver alteração de textura.


19 de mai de 2010

AMENDOIM PRALINE "CROCANTE"


Amendoim praline,quer dizer "amendoim crocante" ,são uns amendoins que são vendidos em saquinhos  nas ruas da cidade, é feito praticamente na hora e às vezes estão até  quentinhos e super crocante, uma delicia, esta receita ja faço a mais de 15 anos, a primeira vez que fiz foi em época de copa do mundo, e preparei uma bacia cheia desses amendoins com casquinha e o povo caiu dentro, comeu, comeu, comeu.. totalmente hipinotizados com o jogo do Brasil, mas foi sá no final que perceberam que tinham comido a bacia toda, resultado.. o inevitavel horas depois, tinha uma fila enorme para ir ao banheiro, foi divertidissimo!! Adoro esta receita.
Este ano tem copa novamente, já vou me preparar ... Bjinhos


Ingredientes:

-2 xícaras (chá) de amendoim cru

 -½ colher (chá) de fermento em pó
-2 colheres (sopa) de chocolate em pó solúvel
-1 xícara (chá) de açúcar

Preparo

Em uma panela de fundo largo, coloque o amendoim, o açúcar, o fermento, o chocolate e meia xícara (chá) de água.
 Leve ao fogo médio, mexendo de vez em quando.
 Assim que começar a açucarar, mexa vigorosamente, sem parar, até secar bem.
 Retire do fogo e deixe esfriar em uma assadeira.

Pode variar com cocos cortados em quadradinhos pequenos, fica maravilhoso...

16 de mai de 2010

BOLO DE BANANA E NOZES

Olá pessoal , encontrei um lindo blog que tem receitinhas maravilhosas e é muito fofinho, dê uma olhadinha e conheça também. A homenagem de hoje é para o blog Delicias da Kini, encontrei esta receita que achei muito boa. Tanto a receita e a foto pertencem a Kini. Bjinhos para todos

Ingredientes

-5 ovos

-280 gr de Açúcar
-250 gr de Farinha
-300 gr de Manteiga
-1 Limão (sumo)
-1 raspas de laranja
-2 Bananas
-100 gr nozes picadas
-1 colher (chá) Fermento em Pó

Bata a manteiga com o açúcar até obter um creme.Adicione os ovos e em seguida a farinha peneirada com o fermento e a raspa da laranja ,envolva bem. Junte as nozes picadas a seu gosto.

Descasque as bananas ,corte-as em pedaços e regue-as com o sumo de limão (este último ,vai evitar que a banana escureça).Junte a banana á massa e envolva tudo.

Passe a massa para uma forma untada e polvilhada com farinha e leve ao forno por +- 45 minutos a 180º.

FIO DE OVOS !!! Parece fios de ouro..


RECEITA I

- 1 litro de água
- 750g de açúcar

- 36 gemas passadas pela peneira
- Água gelada (o suficiente)
- 1 colher (sopa) de baunilha
- 1 colher (sopa) de essência de rum

Preparo

Coloque numa panela a água e o açúcar. Leve ao fogo, sem mexer, até obter uma calda em ponto de pérola ou fio médio. Enquanto isso, passe as gemas pela peneira e coloque-as em um caneco próprio para fios de ovos. Reserve.

Atingindo o ponto exato da calda, faça movimentos circulares com o funil deixando que as gemas formem fios sobre a calda. Em seguida, retire-os da calda e coloque em peneira grande para esfriar.
Ao terminar todas as gemas, passe a calda pela peneira, acrescente água gelada o suficiente para que a mesma fique rala, porém morna.

Por último, junte as essências e os fios de ovos ainda mornos e lave-os com as mãos, tomando o cuidado de não quebrá-los.
Deixe os fios de ovos nessa calda por, no mínimo, 2 horas. No momento de utilizar, escorra em uma peneira.

RENDIMENTO: 700g


RECEITA II
-1 Ovo Inteiro
-10 Gemas
-1 kg de Açúcar
-0,5 l de Água ( 500 ml)

Coloque as gemas e o ovo inteiro ,numa peneira e com a ajuda de um garfo,mexendo (só uma vez por outra) ao leve;muito suavemente.Deste modo,não vai a película dos ovos que é o que dá aquele cheiro caracteristico de ovo.

Coloque a água e o açúcar ,numa panela e leve ao fogo.Deixe ferver por 8 minutos.Retire as impurezas que aparecem em cima,com uma escumadeira.


Coloque o preparado dos ovos numa caneca ou funil próprio para fazer os fios de ovos.

Ao lado da panela ,coloque em um recipiente um pouco de água, gelo e uma peneira .Quando a calda estiver pronta,adicione um pouco (1 ou 2 conchas da sopa)da calda na água.Não deve ficar muito doce, como vai molhar aí os fios prontos,é para eles não perderem o sabor docinho.

Passados os 8 minutos da calda fervendo (coloque o fogo no mínimo),deixe cair fios ,movendo sempre o funil em círculos.

Não coloque muitos , faça pouco de cada vez, pelo menos até ter prática.

Deixe ferver ± uns 30 a 40 segundos,dê uma mexidinha com um garfo e com a ajuda de uma escumadeira retire-os,escorra e coloque-os na peneira ,mergulhe-os por alguns segundos na água, mexendo com o garfo ,para que se soltem.

Retire e deixe-os escorrer em outra peneira

Vá repetindo esta operação,até terminar o preparado de ovos.

Entre cada operação que fizer,vá borrifando a calda com água e uma vez por outra,adicione mais um pouco de água, porque a calda vai ficando grossa e não pode engrossar.

Esta receita dá um prato bem cheio de fio de ovos.

Para congelar:

Leve ao freezer com a calda.
Para usar:
Deixe escorrer numa peneira e esprema entre as palmas das mãos para retirar o excesso de calda.


CONGELAMENTO IV


Arroz :Cozinhe, resfrie e embale em porções. Descongele em banho-maria ou no microondas. 3 meses

Caldos : Prepare-os concentrados e guarde em forminhas de gelo. Depois de congelados e desenformados, embale em sacos plásticos. Descongele direto no fogo ou no microondas. 6 meses

Claras:  Congele ao natural, em forminhas de gelo. Quando endurecerem, desenforme e embale em sacos de polietileno. Duas colheres de sopa equivalem a uma clara. Descongele no refrigerador ainda embaladas. 6 a 8 meses

Feijão, feijoada, lentilha e grão de bico :  Prepare da maneira habitual sem deixar os grãos amolecerem muito. Resfrie e embale. Descongele direto no fogo ou no microondas. Grãos: 3 meses;

Feijoada:  1 mês

Ovos :  Não podem ser congelados na casca pois arrebentam devido a expansão interior. As gemas devem ser separadas das claras, porém pode-se também congelar o ovo inteiro ligeiramente batido. Pode-se adicionar sal ou açúcar nas gemas (uma pitada) conforme o uso que delas se fará.
Nas claras não é necessário adicionar nada e quando descongeladas, ficam em ponto de neve depois de bem batidas. Pode-se embalar as gemas, claras ou ovos misturados em recipientes rígidos, copos plásticos, forminhas de gelo, etc.. Descongelamento lento, em recipiente tampados no refrigerador, é o mais indicado; as claras podem ser batidas ainda geladas. 6 a 8 meses

Ovos Inteiros  : Retirar da casca e mexer sem formar bolhas, com um garfo, adicionando para cada ovo uma colher (café) de sal ou açúcar, conforme sua utilização posterior. Descongele no refrigerador ainda embalados. 6 meses

Sopas :  Refogue a carne e os temperos. Em seguida acrescente os legumes. E, por último, o macarrão, deixando ferver apenas 3 minutos. Resfrie e embale. Descongele no refrigerador ou no microondas. 3 meses


REGRAS BÁSICAS


- escolher sempre alimentos de primeira qualidade, pois o congelamento não melhora o estado, aparência e sabor do alimento, apenas mantém suas características.
- não deixar passar o tempo de cozimento dos alimentos. Cozinhar apenas o tempo necessário.
- não recongelar nenhum tipo de alimento, pois perde o sabor e qualidades nutritivas.
- O alimento só poderá ser recongelado se mudar de estado, por exemplo, carne crua congelada, se for assada, novamente poderá ser recongelada.
- colocar rótulos ou etiquetas com identificação dos alimentos.
- empacotar e embrulhar os alimentos muito bem. É importante retirar o máximo de ar dos pacotes.



MATERIAIS NECESSÁRIOS PARA O CONGELAMENTO

- embalagens flexíveis: sacos plásticos de polietileno (atóxico), rolopac, papel alumínio, fôrmas e bandejas de alumínio descartáveis.

- embalagens rígidas: recipientes rígidos, pirex ou louça refratária, caixas ou bandejas de isopor, potes de vidro, forminhas de gelo.

- complementos necessários: bombas para extrair o ar, presilhas de arame recobertas com plástico, fitas auto-adesivas, etiquetas auto-adesivas.


VANTAGENS DO CONGELAMENTO
- organização
- aproveitamento de sobras
- programação
- imprevistos
- economia de tempo
- economia de dinheiro
- preservação

DESCONGELAMENTO

É muito importante o bom descongelamento para que se tenha um bom resultado. O descongelamento pode ser feito na própria embalagem, na geladeira, na temperatura ambiente ou microondas.

ALIMENTOS QUE NÃO DEVEM SER CONGELADOS

- todas as verduras de folhas (alface, agrião, almeirão, rúcula, etc)
- pepino, rabanete, tomate cru
- qualquer legume que se pretende cozinhar cru
- batatas
- claras cozidas ou em neve
- aves recheadas
- maionese
- pudins cremosos
- gelatinas
- ovos na casca
- cremes

MODO DE FAZER

CONGELAMENTO EM ABERTO

É o tipo de congelamento ideal para se congelar bifes, hambúrgueres, salgadinhos, docinhos, etc.

Utilizar, de preferência, uma fôrma de alumínio para que o congelamento seja mais eficiente colocando na parte mais superior do freezer. O alimento a ser congelado em aberto, por exemplo, bifes, são colocados lado a lado.

A fôrma é coberta por um saco plástico, papel alumínio ou plástico aderente. Deixar no congelador por algumas horas até que endureçam.

Depois é só retirar rapidamente e embalar em sacos plásticos ou bandejas de alumínio, retornando ao freezer devidamente fechado.


CONGELAMENTO EMPACOTADO

Congelar os bifes, individualmente, com plástico aderente e formar uma pirâmide (um em cima do outro). Colocar essa pirâmide dentro de um saco plástico. Descongelar somente a quantidade necessária, sem precisar tirar todos os bifes.


CONGELAMENTO PRONTO

Congelar os bifes já prontos. Durabilidade de 3 meses.


CONGELAMENTO DE PRATOS PRONTOS

O congelamento de pratos prontos facilita a tarefa diária de preparar refeições, economizando tempo e dinheiro. Também oferecem a vantagem de atender as diferenças individuais, as dietas de emagrecimento, pressão alta, etc. Ao congelar ao pratos prontos devemos observar alguns itens:

- a validade, de modo geral, dos pratos prontos são de 3 meses

- os alimentos devem ser congelados absolutamente frios. O resfriamento dos alimentos deve ser o mais rápido possível.

- congelar sempre em porções necessárias ao tamanho e a necessidade de sua família. Nunca recongelar prato pronto.

- embalar, adequadamente, cada tipo de alimento. O sucesso de um prato pronto descongelado está ligado diretamente à maneira como foi embalado. Todo prato pronto deverá estar totalmente frio ao ser embalado. A embalagem deve ser hermética e tirada todo excesso de ar.

- colocar etiqueta com a data do congelamento e os dados necessários para o aquecimento.

- procurar usar menos temperos que o habitual. Alguns condimentos ficam mais acentuados ou alteram o paladar do prato congelado, como por exemplo, manjerona, noz moscada, sal, alho, mostarda, baunilha, cebola, páprica, salsão.



CONGELAMENTO DE CARNES

- as carnes que serão congeladas deverão ser escolhidas com cuidado, pois não devemos recongelar.

- não lavar a carne e nem temperar, pois a água retira proteínas essenciais e o tempero altera a cor, sabor e textura.

- Congelar sempre em pedaços pequenos, pois facilita o descongelamento.

- os bifes podem ser congelados em aberto e depois acondicionados em sacos plásticos em porções a serem consumidas em uma refeição.

- as preparações à milanesa vão diretamente para o fogo, sem descongelar antes.

CAMAFEU, É REALMENTE UMA JÓIA !


O Doce Camafeu foi inspirado em um objeto muito usado de decoração por pessoas nobres entre os séculos XV e XIX.
A palavra camafeu origina-se do latim cammaeus, que quer dizer pedra entalhada ou esculpida.O camafeu surgiu por volta do ano 300 a.C., em Alexandria, sendo utilizado em jóias e adornos para roupas.

Os camafeus eram produzidos a partir de rochas como ágata, ônix,sardônica,continham imagens de deuses, deusas, cenas mitólogicas e figuras femininas. As jovens mulheres do período Helenístico usavam camafeus com a figura do deus Eros como um convite sedutor ao amor..


Massa:

-1 Lata de leite condensado
-200grs de nozes moída
-2 colheres de manteiga sem sal
-Nozes para decorar

Modo de Preparo
Bata as nozes no liquidificador para que elas fiquem bem trituras parecendo uma farofa. Em uma panela coloque o leite condensado,as nozes trituradas, manteiga e leve ao fogo até que atinja o ponto para poder enrrolar.

Deixe esfriar em um prato por 1 dia  e faça bolinhas apertando por sobre elas para que fiquem um pouco amassadinhas(com formato de camafeu).

Derreta o chocolate em banho maria. Coloque as bolinhas uma a uma no chocolate retirando-as com auxílio de um garfo de dois dentes.

Coloque-as sobre uma tábua forrada com papel alumínio e em seguida coloque um pedaço de noze por sobre o doce. Espere esfriar e coloque em forminhas de doce.


 
Para banhar:

-1kg de fondan

Fondan:

-1 kg de açúcar de confeiteiro
-Leite
Coloque o açúcar em um recipiente e vá pingando o leite aos poucos até que vire um creme espesso, depois mantenha-o em banho maria para banhar os docinhos.
ou

- 500 gr chocolate ao leite

Derreta o chocolate em banho maria. Coloque as bolinhas uma a uma no chocolate retirando-as com auxílio de um garfo de dois dentes.



 Decoração:


-Pedaços de nozes

No século XVII era considerado refinado culturalmente um cavalheiro que colecionasse ou portasse peças em camafeus. O imperador francês Napoleão I foi outra figura histórica apaixonada pelos camafeus, e chegou a fundar em Paris uma escola para ensinar a arte da produção de camafeus a jovens aprendizes.

BRIGADEIRO MA-RA-VI-LHO-SO !!!




Acusa-se o leite condensado de padronizar o sabor de antigos doces brasileiros, sobrecarregando-os de açúcar, comprometendo sua delicadeza e ajudando a destruir a diversidade do paladar nacional. A crítica faz sentido. Fascinados pela sua cremosidade, homogeneidade e concentração de sacarose que chega a doer na garganta, adquirimos o hábito de despejá-lo em tudo. Só porque o consideramos gostoso, achamo-nos no direito de modificar ícones centenários, como o pudim de leite e a sericaia de Elvas, ambos nascidos nos conventos portugueses dos tempos coloniais.

Entretanto, sem o leite condensado, que chegou da Suíça no início do século XX com o nome de Leite Moça, não haveria brigadeiro, o docinho mais amado do Brasil. Favorito das crianças, converteu-se na estrela das suas festas.

As informações sobre onde e quando o brigadeiro foi inventado se mostram imprecisas. Quanto à autoria, parece ter sido coletiva. Afinal, nada mais elementar ou intuitivo do que combinar seus ingredientes: leite condensado, chocolate e manteiga. Inicialmente, chamava-se negrinho, em alusão à massa escura. Até hoje os gaúchos o denominam assim.


A voz do povo informa que virou brigadeiro em 1945, quando Eduardo Gomes disputou com Eurico Gaspar Dutra a presidência da República, sendo derrotado nas urnas. Brigadeiro da Aeronáutica, ele ajudara a escrever um capítulo da história do Brasil. Foi um dos líderes do Tenentismo, movimento político emergido entre oficiais jovens das Forças Armadas, celebrizado pela rebelião militar de 1922. No dia 5 de julho, um grupo formado por três oficiais, quinze praças e um civil que se juntou no trajeto, saiu do Forte de Copacabana, no Rio de Janeiro, e enfrentou a tropa governamental fortemente armada. O combate durou 30 minutos. O futuro Brigadeiro sofreu um tiro de fuzil e caiu gravemente ferido.

Eduardo Gomes ainda fundou o Correio Aéreo Nacional e se converteu em patrono da Força Aérea Brasileira. Em 1950, voltou a disputar a presidência, perdendo para Getúlio Vargas. ‘Vote no Brigadeiro, que é bonito e é solteiro’, dizia o slogan eleitoral, que não lhe rendeu os votos necessários, mas fascinou as mulheres. Dutra era homem feio e Getúlio nunca constituiu padrão de beleza.

Duas versões explicam o nome do docinho difundido nacionalmente a partir dos anos 50. A primeira conta que mulheres do Rio de Janeiro, engajadas na campanha de Eduardo Gomes, preparavam negrinhos em casa e os vendiam na rua com o nome de brigadeiro, destinando o dinheiro ao fundo de campanha. A outra, espalhada pelos adversários do candidato, é difícil contar sem incorrer em vulgaridade. Mas, como circula no país, precisamos registrá-la. O tiro desferido em Eduardo Gomes na rebelião do Forte de Copacabana haveria atingido os testículos. Ora, a receita do docinho brigadeiro não utiliza ovos. Assim, o nome teria conotação maldosa.

Apesar de batizada no Rio de Janeiro, a receita provavelmente se originou em São Paulo na década de 20 ou 30. A dedução se baseia em uma evidência. Quando o docinho surgiu, seus ingredientes básicos eram elaborados no Estado. Em 1921, a Nestlé abriu em Araras, a 171 quilômetros da capital paulista, a fábrica número um no Brasil e logo passou a elaborar o pioneiro Leite Moça. O produto representa até hoje o maior volume de vendas entre os mais de mil itens que industrializa no país. Ainda em 1921, começou a funcionar no bairro da Mooca, em São Paulo, uma prestigiada indústria de chocolates. Chamava-se Gardano. Fabricava um chocolate em pó de qualidade e prestígio, conhecido entre os consumidores como ‘chocolate dos padres’, por reproduzir na embalagem uma tela do pintor toscano Alessandro Sani, do século XIX, na qual dois sorridentes monges católicos aparecem diante de uma panela e de um prato. Também fabricava o Mentex. Foi incorporada pela Nestlé em 1957, mas os monges permaneceram na embalagem. Até hoje ilustram o Chocolate em Pó Solúvel Nestlé, com a pintura original de Sani transformada em desenho.

Coincidentemente, as antigas receitas de brigadeiro recomendam ‘chocolate dos padres’ e Leite Moça. A elaboração do brigadeiro, embora simples, pressupõe o domínio de certos truques. ‘Pode-se deixar a massa cozinhar menos ou mais tempo’, ensina o pâtissier Flávio Federico, de São Paulo. ‘No primeiro caso, haverá um docinho de textura macia; no outro, ele ficará meio puxa-puxa e grudará nos dentes’. Existe um terceiro segredo. ‘Caso seja preparado em fogo muito alto e houver um movimento não uniforme da espátula ou colher na panela, o açúcar do leite condensado caramelizará e formará pequenas bolinhas crocantes na massa’, acrescenta Flávio Federico.

Fonte: www.leitecondensado.com.br


Ingredientes:


-1 lata de leite condensado
-100 g de chocolate meio amargo – aqui você pode variar com barras ao leite ou amargas.
-1 colher (sopa) bem cheia (cerca de 25 g) de manteiga
-115 g de granulado – utilizei um granulado meio amargo

Preparo

Faça o brigadeiro como o tradicional. Utilize uma panela de fundo grosso, junte o leite condensado e a manteiga, quando começar a borbulhar,retire do fogo, coloque o chocolate, leve ao fogo alto até oter fervura.
Abaixe o fogo, é preciso mexer constantemente com uma espátula para não queimar o fundo da mistura.
O brigadeiro que envolve chocolate em barra dá ponto mais rápido – até soltar do fundo da panela – do que o feito com chocolate em pó e possui uma textura muito melhor para bolear , devido a presença da manteiga de cacau do chocolate e da manteiga gorda.



Brigadeiro no palito
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Brigadeiro com pistache