6 de dez de 2009

TIRA MANCHAS


ACIDOS:
(Manchas) Se qualquer ácido, como o sumo de limão ou vinagre, cair sobre o tecido, tirando-lhe a cor, use uma solução de amoníco na proporção de uma colher de sopa de amônia para três de água fria, e com uma esponja levemente embebida na solução; passe sobre a mancha e a cor voltará novamente.

ADSTRINGENTE:
(Econômico) O leite crú substitui qualquer adstringente. A melhor maneira de usá-la, consiste em deixar um pouco de leite crú no rosto, por alguns minutos; lavando depois com água fria.

ALABASTRO:
(Objetos de limpeza) È mais frequente os objetos de alabastro serem limpos com água e sabão. Apesar do cuidado que se poe neste tratamento, nem sempre satisfaz. Para que seja a contento, logo depois que os objetos foram lavados com água e sabão, passa-se por sobre eles uma camurça, com talco. Isto faz com que a limpeza seja mais completa e não arranha a superfície da peça.

ALUMÍNIO:
(Objetos) Os objetos de alumínio, enegrecidos pela ação do tempo, adquirem novamente cOr, quando submergidos em água que contenha alguns cristais de carbonatos de sódio.

ALUMÍNIO:
(Panelas) Desaparecem as manchas escuras em panelas de alumínio, fervendo nelas uma solução de cremor de tártaro, na medida de 2 colherinhas de cremar, para 1 quarto de litro de água. Essas manchas são provenientes de certos alimentos preparados nas panelas, os quais contém álcali.

AMONÍACO:
O amoníaco é também conhecido sob a denominação de alcali volátil. A boa dona de casa, deve colocá-lo entre os objetos de limpeza, como no armário de produtos de beleza ou no de medicamentos caseiros. As razões são as seguintes: mãos ásperas e rugosas, estragadas pelos trabalhos caseiros? Mergulhe-as em água morna, adicionada de amoníaco. Elas ficarão macias e bem limpas. Para limpar luvas e sapatoS de camurça, esfregue com um pano embebido em água e amoníaco, misturados em partes iguais. Pentes e escOvas molhados em amoníaco, ficarão limpos num instante, mas não se esqueça de untar os cabos ou molduras de madeira (das escovas) com vaselina. Amoníaco misturado com água, serve também para limpar golas de jaquetas de lã quando ensebadas ou sujas de pó de arroz. Roupas de linho ou algodão, ficarão alvas se adicionar amoníaco à primeira água de lavagem, nas proporção de 1 colher para 10 litros de água. Cobertas de cama e cobertores em geral podem ser tratados da seguinte maneira: passar o aspirador ou batê-los bem ao ar livre e a seguir avar com água morna, sabão e amoníaco, torcer ou espremer bem e por para secar ao sol. Ficarão como novos, desde que o tecdo possa ser lavado assim.

APARELHO ELÉTRICO:
Não toque simultâneamente numa torneira de água e num aparelho elétrico. Certifique-se os aparelhos (como fogão elétrico, máquina de lavar, etc.) não estão num lugar úmido, e se assim se encontrarem, se possuem uma boa e forte tomada, resguardada de qualquer contacto.

APARELHOS SANITARIOS:
Ficam perfeitamente limpos se esfregados com gasolina ou outro derivado de petróleo de que há muitos à venda na praça.

ARMARIOS EMBUTIDOS:
Para evitar umidade nos armários embutidos que ficam em face sul e não recebem sol, basta colocar no seu interior, um pirex com um pouco de cal viva, que absorverá toda urniçlade.

ARMARIOS ÚMIDOS:
Em certos lugares, os armários conservam tanta umidade que a roupa fácilmente se embolora. Para evitar isso, põe-se pedacinhos de cânfora nas prateleiras e gavetas.

ASSOALHO:
Contra as aberturas no assoalho: misturar serragem com cola de marcenaria, encher as aberturas com essa composição e depois passar cera e dar brilho.

BAIXELAS DE PRATA:
Baixelas e talheres de prata são perfeitamente limpos se forem colocados bem separados dentro de uma vasilha de alumfnio com água, onde dissolveu uma colherinha de sal e outra de soda. Logo que elas forem assim arrumadas, a vasilha é levada ao fogo, para que a água ferva.

BAMBÚS E VIME:
Para que o bambú e o vime não fiquem amarelados ao serem lavados, convém fazê-la com água quente e sal, secando-os depois com um pano.

BANHEIRA:
Para tirar manchas amareladas de banheiros ou de pias, esfregue sumo de limão e um pouco de gasolina.

BANHO DE SOL:
Consistem estes, em expor todo o corpo ou só uma parte, à ação dos raios solares entre as 10 e 17 horas, protegendo a cabeça e os olhos da ação direta daqueles. A duração, do "banho-solar", variável segundo a resistência do indivíduo, deve ser muito curta, ao princípio (3 a 5 minutos) e, depois, progressivamente, mais longa (15 minutos) até atingir uma hora.

BARALHO:
Cartas de baralho ficam limpas, se esfregadas com miolo de pão amanhecido. Mas, para uma limpeza perfeita, convém fazer o seguinte: passar algodão molhado em álcool ou gasolina pura, depois pôr as cartas dentro de um pano e passá-las a ferro e finalmente por um pouquinho de talco. Os baralhos. de celulóide ou matéria plástica, lavam-se com água e um pouco de sabão e enxugam-se numa toalha.

BATON:
Esfregar éter ou água oxigenada. Para tirar manchas de baton, empregar amoníaco e água misturados em partes iguais; se O tecido é albene, empregar amoníaco puro. Os vestidos de seda branca ou estamparia, se desbotam fácilmente, o que se verifica experimentando antes um retalho. Passá-los a ferro quando ainda estiverem úmidos.

CASPAS:
Para acabar com as caspas, friccione o couro cabeludo com um pedaço de pano embebido na seguinte mistura: "run”, 250 grs.; extrato de quina, 5 grs.; sabão verde, 60 grs.; tintura de cantáridas, 2 grs. e essência de bergamota, 1 gr.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá amigos deixe seu comentário, que logo responderei, bjinhos. Bárbara